top of page
  • Foto do escritorVALORIZE

Como fazer uma proposta por um imóvel? Saiba como e as suas vantagens.



Você visitou uma casa ou apartamento, gostou e já quer fechar negócio? Ótimo! A partir deste momento é preciso correr para se tornar proprietário ou locatário. Antes disso, na maioria dos casos, é possível negociar sobre o valor de venda ou aluguel. Mas não é aquela barganha que geralmente é feita em feiras e lojas.

Para ter sucesso no sonho de mudar para o novo lar, entenda como fazer uma proposta em um imóvel. O que deve constar em uma proposta? Primeiramente, é importante entender o que é esse documento, muitas pessoas confundem a proposta com a escritura do imóvel, que são coisas diferentes. A proposta é um documento que valida a intenção de compra ou de aluguel de um imóvel, portanto, a proposta não transfere o bem do proprietário e muito menos funciona como um instrumento legal para fornecer exclusividade na aquisição do imóvel. Dessa forma, o proprietário pode avaliar as condições sugeridas pelo futuro comprador ou inquilino, principalmente em relação ao pagamento. Além disso, ficam registrados nesse documento os dados do interessado. Se for uma compra ou aluguel no nome de duas pessoas, são inseridas as informações pessoais dos dois proponentes. Na proposta de venda são indicados o banco para financiamento, data da escritura, valor do sinal e forma de pagamento detalhada, na proposta de locação aparecem dados como dia para vencimento, tempo de contrato, forma de garantia locatícia, por exemplo. A imobiliária faz a análise de crédito do interessado e de possíveis riscos no pagamento. Por outro lado, o proprietário fica responsável por aprovar questões como o valor sugerido na proposta. Entendendo as situações em uma negociação São três as situações advindas da pessoa que recebeu a proposta no imóvel: – Aceite: é o “sim” dado pelo proprietário, aceitando os termos e valores propostos pelo interessado; – Contraproposta: é o início de uma negociação, na qual o proprietário vai apresentar os termos pelos quais aceitaria fechar a transação; – Recusa: por algum motivo, o proprietário não aceitou as condições e não pretende fazer uma contraproposta. É interessante ressaltar que apenas o aceite e a contraproposta devem ser atualizados no documento. A proposta é garantia de desconto no valor do imóvel? Não, na proposta você pode colocar o valor que está disposto a pagar, mas nada garante que o proprietário aceite as suas condições, no melhor cenário ele pode fazer uma contraproposta, ao contrário, ele pode fazer a recusa. Existem cuidados a se tomar ao fazer uma proposta, como propor um valor muito abaixo da pedida, essa abordagem pode ser entendida pelo proprietário como ofensiva, podendo derrubar qualquer margem de negociação no futuro. Por isso é importante contar com a ajuda de um profissional experiente, que vai orientar a composição da proposta da melhor forma.

Afinal, como fazer uma boa proposta? Proposta para compra Para fazer uma boa proposta de compra, é preciso ter em mente que os termos devem estar claros, para que a sua intenção seja entendida e não tenha problemas no desenrolar da negociação. Um ponto importante é a antecedência de algumas medidas, como por exemplo se for utilizado financiamento, ter um crédito pré-aprovado facilitaria bastante a composição da proposta, pois teria a garantia do recurso e os prazos corretos. Esse tipo de cuidado confere segurança e firmeza na proposta. Geralmente a proposta é formada pelos dados do proponente, valor da proposta, fluxo de pagamento, as condições gerais e condições especiais. Mas é muito comum, a proposta ser feita pelo cliente por WhatsApp, e-mail e escrita manualmente, entretanto, isso precisa ser formalizado em um documento para ser apresentado ao proprietário. Uma boa dica para fazer uma proposta relevante, é caprichar na descrição do fluxo do pagamento, por mais que o valor da sua proposta não esteja na pedida, o fluxo pode ser mais interessante para o proprietário, por exemplo: Um imóvel no valor de R$1.200.000,00 tem duas propostas. A primeira no valor de R$ 1.160.000,00, com sinal de 20% na assinatura do contrato e o restante do valor com financiamento. A segunda proposta no valor de R$ 1.140.000,00, mas à vista direto na escritura. Apesar da segunda proposta ser um pouco abaixo da pedida, ela sairia na frente da primeira por causa do tempo, as negociações que envolvem financiamento geralmente levam mais de 30 dias para serem concluídas.


É muito importante salientar que a proposta é válida somente se a documentação do imóvel e vendedores estiverem em condição de fechamento de negócio, ou seja, com as certidões necessárias para a efetivação de maneira segura e transparente.

Contudo, é interessante contar com a ajuda de um profissional com experiência para ajudar a formular a proposta (seja o corretor ou o gerente/diretor de vendas), assim a proposta terá consistência e abrirá margem para negociação.

Proposta para aluguel É normal a realização de propostas para efetivar a locação de um imóvel, porém a aceitação dependerá de cada proprietário e do preço de mercado comparado ao valor ofertado. É um processo mais rápido que o da venda, que varia de imobiliária para imobiliária, na Êxito Netimóveis funciona de uma forma um pouco parecida como é feita a proposta de venda. Basicamente o futuro inquilino quando vai receber as chaves para a visita, recebe também uma ficha, com os dados e tudo mais em relação ao imóvel, ao final da visita quando ele vai entregar as chaves, o cliente pode inserir a proposta nessa mesma ficha. Mas, como dito anteriormente, é um processo que pode ser diferente em outras imobiliárias. Realizando uma proposta bem elaborada e apresentando um cadastro atendendo às solicitações da imobiliária, você agilizará a contratação da locação.

Agora que você já sabe o melhor momento e como formalizar a sua proposta de compra do imóvel, esteja confiante para o próximo passo rumo a conquista do seu imóvel.

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page